N
otícias
Lar de S. Mateus: Quando um lar é gerido profissionalmente
2016.11.02

É certo e sabido que no nosso território, a população está cada vez mais envelhecida e é precisamente por este motivo que as entidades da economia social assumem cada vez mais importância nas economias regionais onde estão instaladas. É o caso do Lar de S. Mateus, situado na Junceira, Tomar. Com 40 funcionários, a instituição é o maior empregador da freguesia e vê na sua forma de “gestão empresarial”, um dos fatores do seu sucesso. Neste momento, a empresa está a investir na certificação do sistema de gestão da qualidade. 

“Um lar tem um funcionamento semelhante a uma empresa normal e como tal tem de ser gerida da mesma forma em termos de critérios, mas com objetivos diferentes”, começou por dizer à Ribatejo Invest Rui Lopes, Diretor Geral do Lar de S. Mateus, justificando a decisão de implementar na instituição a certificação do sistema de gestão da qualidade. E continuou: “num setor de atividade em que os recursos financeiros não abundam, a certificação assume grande importância, porque através dela podemos fazer uma gestão mais realista, ao mesmo tempo que incrementamos qualidade no serviço que prestamos”, contou.

A braços com esta necessidade, a Instituição “escolheu o seu parceiro”, tendo contactado a NERSANT para implementar na mesma, a certificação do sistema de gestão da qualidade, o que está a ser feito desde o início de 2016. “Estamos neste momento a normalizar procedimentos e a implementar registos, sempre de acordo com as normas e regulamentos da Segurança Social”, revelou Rui Lopes.

Querendo utilizar “o menos papel possível”, a Instituição recorreu a outro produto da NERSANT – o Gesinov Social, Sistema Integrado de Gestão Empresarial que tem como objetivo fomentar a utilização das Tecnologias de Informação e Comunicação na região de Santarém, através da disponibilização de ferramentas de gestão, de contacto com os clientes e de suporte à qualidade e de inserção na economia digital, baseadas na utilização das TIC. “Apesar de já utilizarmos algumas ferramentas informáticas desenvolvidas internamente, estamos a utilizar o Gesinov em áreas não cobertas pelos instrumentos já existentes”. À conta deste produto da NERSANT, a Instituição está atualmente a tratar toda a informação necessária, “utilizando os Planos Individuais informatizados” para cada um dos utentes. Dessa informação, onde constam entre outras, registos clínicos, registo de atividades, registo de deslocações, entre outros, o que significa que “qualquer colaboradora sabe sempre toda a informação sobre determinado utente”.

Para além da área pessoal do utente, também a gestão de frotas e a gestão da cozinha passou a utilizar ferramentas desenvolvidas internamente, permitindo assim a gestão racional da frota da Instituição, alertando quanto à necessidade de inspeções, revisões e seguros por exemplo. Na área da cozinha, existe agora uma “despensa informática”, onde são registadas as entradas e saídas de alimentos, sendo também registados todos os custos inerentes á área, “o que permite controlar no momento o custo de cada refeição bem como os seus valores nutricionais”, disse o Diretor Geral do Lar de S. Mateus.

A implementação do sistema de gestão da qualidade – auxiliado pela ferramenta informática Gesinov – será assim mais um passo da instituição rumo à prestação de um melhor serviço ao utente, cumprindo assim os seus objetivos estatutários de prestação de um serviço de apoio social de qualidade, virado para a pessoa como centro da sua atividade. A instituição acredita que no início de 2017, estará em condições de solicitar a auditoria de certificação.

Lar de São Mateus - Junceira

O Lar de São Mateus resulta de uma associação de proteção e assistência a pessoas de terceira idade fundada a 18 de novembro de 1979, por iniciativa de um grupo de homens da freguesia de Junceira, concelho de Tomar. Graças ao seu forte empenho, eventos, apoio dos associados e amigos e pequenos subsídios sociais, concretizou-se esta beneficente obra, tão importante no auxílio dos seus conterrâneos e cujo nome, S. Mateus, fora inspirado no santo padroeiro da Junceira, terra mãe desta Instituição.
A 4 de setembro de 1985 começou a laborar com os primeiros utentes. Um ano depois, a 6 de setembro de 1986, dá-se a inauguração oficial. Em 1988, surgia a resposta social Centro de Dia com a inserção do primeiro casal. Mais tarde em 1990 chega o Apoio Domiciliário. Em maio de 2010 inauguraram-se as obras de requalificação, fulcrais à melhoria das já existentes condições.

O Lar de S. Mateus tem à disposição do utente suites, quartos individuais, duplos e triplos, ginásio e sala de estar, pátio interior coberto, cabeleireira e barbeiro, médico, enfermeira e animadora sociocultural permanentes, fisioterapeuta, psicóloga, professora de Gerontomotricidade, além de outro tipo de serviços que são contratados pontualmente, consoante as necessidades dos utentes e funcionários.

In, Revista Ribatejo Invest

Pesquisa

A
genda
Lamentamos a informação que procura não se encontra disponível.
Contactos

Nersant, A.E.
Departamento de Sistemas de Comunicação e Informação
Tel: 249 839 500
Fax: 249 839 509

E-mail: dsci@nersant.pt

L
ogin
Login
Password