N
otícias
Bolsa NOS Alive apoia projetos de economia social
2016.06.15

Há duas bolsas no valor de 5 mil euros para atribuir a promotores de projetos inovadores no âmbito da Economia Social. A terceira edição das Bolsas ES Jovem/ NOS Alive já estão a aceitar candidaturas de jovens entre os 18 e os 35 anos com boas ideias nesta área.

 

 

 

 

 

Pelo terceiro ano consecutivo, a Cooperativa António Sérgio para a Economia Social (CASES) e a Everything is New, promotora do festival NOS ALIVE, voltam a promover as Bolsas ES/ NOS ALIVE, uma iniciativa focada no apoio à implementação e valorização de projetos a no âmbito da Economia Social. A edição deste ano, para a qual as candidaturas decorrem até 19 de junho, apoiará dois projetos. A cada um será atribuída bolsa no valor total de €5 mil, além do apoio técnico que será assegurado aos seus promotores com vista à concretização do projeto.

O foco é apoiar projetos inovadores e sustentáveis na área da economia social e, simultaneamente, promover a criação do próprio emprego entre os participantes. Foi com estes objetivos em mente que a CASES e a Everything is New se uniram há três anos para a criação das Bolsas ES Jovem/ NOS ALIVE. A iniciativa foi criada no âmbito do ES Jovem, um programa da CASES que pretende dar a conhecer a economia social aos jovens e as suas potencialidades enquanto sector de oportunidades. O projeto que soma agora a sua terceira edição permitiu apoiar diretamente desde 2014, ano da sua criação, 25 jovens e cinco projetos que segundo as entidades organizadoras “já se encontram implementados no terreno, seja sob a forma de associação ou cooperativa, atuando em diversos sectores de atividade como o turismo, artes e cultura, educação, desenvolvimento local e ação social”.

Entre os projetos já apoiados pelas Bolsas ES Jovem/ NOS ALIVE estão o projeto “Sociedade do Bem”, centrado na promoção de competências emocionais e sociais nas crianças, o projeto “Bateria” (uma iniciativa de âmbito musical), o projeto “Schist Villages”, focado na promoção do turismo sustentável, o “Arte Viral” (agenciamento de artistas) e o projeto “Da Praça a Casa”, conhecido como “Praça da Fruta” que promove a distribuição de produtos alimentares.

Uma aposta na economia social

As bolsas têm como destinatários jovens com idades entre os 18 e os 35 anos, detentores de uma ideia de projeto e que “pretendam, numa lógica de empreendedorismo social coletivo, criar uma entidade da economia social tendo em vista a produção de bens e serviços relevantes para os membros que a constituem e para o interesse geral da sociedade”, faz saber a organização. ?A primeira fase de candidaturas para a edição deste ano decorre até 19 de junho. Uma comissão constituída por técnicos do CASES efetuará a primeira análise dos projetos candidatos até 24 de julho.

Os candidatos que venham a ser selecionados farão a apresentação dos seus projetos num formato elevator pitch, perante um júri composto pela CASES, a Everything is New e elementos da equipa ES Jovem. Os projetos vencedores das bolsas serão anunciados no decorrer do 10º festival NOS Alive, que decorrerá de 7 a 9 de julho, no Passeio Marítimo de Algés. ?A Bolsa ES Jovem /NOS ALIVE já contribuiu para a criação de novas entidades da economia social em Lisboa, Caldas da Rainha, Leiria, Évora e também na Região Autónoma dos Açores. “Na fase de operacionalização dos cinco projetos estiveram envolvidos 25 promotores, perspetivando-se um total de 22 postos de trabalho gerados, e um volume de negócios de cerca de 490 mil euros para os três primeiros anos de atividade”, explica a organização.

Fonte: Expresso Emprego

Pesquisa

A
genda
Lamentamos a informação que procura não se encontra disponível.
Contactos

Nersant, A.E.
Departamento de Sistemas de Comunicação e Informação
Tel: 249 839 500
Fax: 249 839 509

E-mail: dsci@nersant.pt

L
ogin
Login
Password