N
otícias
Balanço da fase de Manifestação de Interesse a Títulos de Impacto Social
2016.01.06

A Portugal Inovação Social lançou, em meados de Setembro, uma fase preparatória para Títulos de Impacto Social (TIS), que consistiu numa Manifestação de Interesse, seguida de três Sessões Técnicas e três Sessões de Esclarecimento, dirigidas a entidades promotoras de Iniciativas de Inovação e Empreendedorismo Social (IIES) e a investidores sociais, do setor público e prestadores de serviços, respetivamente.

 

Durante o período de apresentação de Manifestações de Interesse a TIS, as IIES tiveram a oportunidade de partilhar, através do preenchimento de um formulário online, o detalhe das intervenções previstas, incluindo problema social, teoria da mudança e público-alvo, bem como as suas necessidades de financiamento e potencial adequabilidade a um TIS, incluindo potenciais indicadores de resultados e potenciais parceiros a envolver.

Do lado da equipa da Portugal Inovação Social, foi possível conhecer melhor as necessidades do ecossistema e partilhar o detalhe do que poderá vir a ser exigido em formulário de candidatura, permitindo um melhor ajustamento do apoio técnico especializado a disponibilizar.

O processo de consolidação das Manifestações de Interesse teve um foco exclusivo na identificação de intervenções propostas por IIES consideradas adequadas a um Título de Impacto Social, i.e., uma intervenção que (1) atue num problema social que esteja no âmbito de uma temática de política pública, (2) apresente um modelo de intervenção inovador e minimamente codificado e (3) a teoria da mudança permita chegar a resultados objetivamente mensuráveis.

A análise das Manifestação de Interesse a TIS revelou:

- A região Norte como a que apresentou um maior número de Manifestações de Interesse, seguida da região Centro.
- As temáticas da Proteção Social e da Saúde como as que traduzem cerca de metade das Manifestações de Interesse a TIS.
- Que, de entre os elementos-chave de um TIS, os mais frágeis foram a definição de indicadores de resultado e a criação de base de evidência para o cumprimento de resultados.

As sessões técnicas subsequentes no Norte, Centro e Alentejo duraram dois dias cada e incidiram no trabalho sobre o modelo de intervenção e a teoria da mudança das IIES, na definição de indicadores de resultados e no modelo financeiro e orçamentação do projeto, dando resposta às necessidades identificadas na fase de análise das Manifestações de Interesse.

No segundo dia, realizou-se ainda uma sessão de esclarecimento sobre o Instrumento de Financiamento TIS destinada aos atores regionais do ecossistema, tais como investidores, entidades do setor público, e prestadores de serviços. O feedback dos participantes das sessões técnicas foi positivo, sendo muito apreciada a disponibilização de ferramentas que serão úteis para o aprofundamento das iniciativas e preparação de candidaturas a TIS.

A fase preparatória de TIS terminará no primeiro trimestre de 2016 com a revisão e disponibilização (via página na internet) de todas as ferramentas desenvolvidas e com a organização de uma sessão de encontro entre os promotores de iniciativas de inovação social a financiar via TIS e potenciais investidores sociais, procurando-se potenciar o diálogo entre as partes relevantes envolvidas na montagem de uma parceria para um Título de Impacto Social.

Fonte: www.inovacaosocial.portugal2020.pt

Pesquisa

A
genda
Lamentamos a informação que procura não se encontra disponível.
Contactos

Nersant, A.E.
Departamento de Sistemas de Comunicação e Informação
Tel: 249 839 500
Fax: 249 839 509

E-mail: dsci@nersant.pt

L
ogin
Login
Password