N
otícias
IPSS podem voltar a ser donas de farmácias sem constituir sociedades comerciais
2014.06.06

O Governo aprovou hoje uma nova alteração ao regime jurídico das farmácias de venda ao público, para que as Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) possam voltar a ser proprietárias dos estabelecimentos sem terem que constituir sociedades comerciais.

 

 

O regime que vigora, desde 2007, obriga as IPSS a criarem sociedades comerciais, e a sujeitarem-se ao regime fiscal aplicável, para serem donas de farmácias.

Em comunicado, o Conselho de Ministros justificou hoje a alteração legislativa com a Lei de Bases da Economia Social, que "constitui um quadro jurídico específico que promove e estimula o desenvolvimento da economia social".

A nota sublinha que "as entidades do setor social da economia poderão manter-se proprietárias de farmácias de venda ao público, abertas ao abrigo do anterior regime jurídico, sem necessidade de se constituírem sob a forma de sociedades comerciais e de se sujeitarem ao mesmo regime fiscal".

Fonte: JORNAL I

Pesquisa

A
genda
Lamentamos a informação que procura não se encontra disponível.
Contactos

Nersant, A.E.
Departamento de Sistemas de Comunicação e Informação
Tel: 249 839 500
Fax: 249 839 509

E-mail: dsci@nersant.pt

L
ogin
Login
Password